EU TE QUERO

 
Eu te quero quando teus olhos se abrem para o dia e em teu rosto se desenha um sorriso ao te espreguiçares para a vida que acaba de renascer.
 
Eu te quero quando, na cozinha, espalhas no ar o perfume de café fresco e em seguida banhas teu corpo para ser recebida pelo mundo.
 
Eu te quero quando caminhas pelas ruas, sozinha, deslizando feito pluma na brisa, mesmo sem perceber que estou ali contigo, em pensamento, te querendo.
 
Eu te quero quando alimentas teu corpo, quando falas ao telefone, quando conversas, quando arrumas teu cabelo, quando gesticulas, quando recebes pessoas em teu trabalho e, com tuas mãos de luz, procuras curar as mais distintas dores.
 
Eu te quero à noite, quando teu dia termina -- especialmente aquelas noites em que te preparas para me encontrar, quando meu coração se acelera ao te ver chegando, ao ouvir tua voz, ao sentir tuas mãos, teus abraços, teus beijos, quando posso por fim abrir minhas represas e te inundar com tudo o que acumulei desde a última vez que te vi.
 
Eu te quero de madrugada, quando o mundo inteiro adormece e só nós dois permanecemos despertos, dançando como duas chamas rubras numa pira sagrada, dançando ao som da paixão, dançando a mais não poder, até que finalmente, acalmadas as nossas chamas, repousamos um nos braços do outro até o momento de uma nova dança começar. 
 
 

 

HC
© Todos os direitos reservados