DEIXA !

 

        DEIXA-ME

          AMAR-TE !


        SEREI PRA TI ,

          A BRISA DA MANHÃ ,

           FRESCOR DA MADRUGADA .


        SEREI

          SEU SOL ,

            SEU SAL ,

              SÓ SEU .


        DEIXA ,VAI ?

          AMAR-TE !

            SÓ !

              MAIS NADA !



     

Para meu deus grego .Minha inspiração ,meu alento ,meu companheiro e fortaleza.Luiz

Itanhaém ,25/03/2011

Maria Isabel Sartorio Santos
© Todos os direitos reservados