Diga não ao egoísmo...

Eu vi o triste e sofrido olhar

de um menino tão pobrezinho,

com os pés descalços pela calçada ele andava,

por um simples pedaço de pão, a criança chorava.

E vi o egoísmo passando ao seu lado...                                      Pessoas passavam apressadas, Deixavam para trás o futuro da nossa nação, sentado na calçada, necessitando de uma doação,      de tão pouco, apenas uma fatia de pão para a sua fome saciar

Isso me cortou o coração.        Onde está a humana comoção?    Apesar de toda a evolução,          não se tem mais nem emoção?

Apenas a maldade existe                  e a ganância ainda persiste            em achar que se deve negar      para cada vez mais acumular.

Não sabem que quanto mais doar, mais se pode ganhar?                  Que povo é esse?                  Esqueceram que Cristo nasceu pobre?

Ensinou a repartir, teve o coração mais nobre?!

Foi assim o Rei dos Reis, como Ele outro não há!

Não há explicação para tanta desunião,

deixam ser levados por futilidades,

esperam nas coisas materiais encontrar a felicidade.

São guiados pelo o que chamam de razão!

O lado humano, o lado carnal fala mais forte,

do que o lado espiritual, contam somente com a sorte.

Acreditam em superstições,

esqueceram as verdadeiras lições.

Já não acreditam em vida eterna,

e que para isso devemos ter atitudes fraternas.

Não leem a Palavra de Deus, a Bíblia e não querem seguí-la,

mas quando precisam de ajuda, gritam por Ele para conseguí-la!

Mas será que um dia tudo isso irá mudar?

Esse menino que vi, numa escola irá estudar?

E quem sabe o mundo mais um grande sábio ganhará?

Ou quem sabe um médico ele será... E muitas vidas salvará?...

 

 

Eliane Kilian
© Todos os direitos reservados