Maior de 30

-----
Depois dos 30, o fervor é brando
Vem chegando, vem chegando...
Opa! Te pegou... Quase ia me pegando!
Brando, mas duradouro
O suficiente para desvairar...
E durante esse devaneio
A razão clama sanidade
 
Depois dos 30, laços e compromissos estão definidos...
Mas... Mais cedo ou tarde
Será apanhado...
E nesse instante você decidirá: sim ou não?
É essa fração de tempo que ditará o seu futuro dali por diante
Nada súbito... Tudo meditado... Em alguns segundos...
 
Depois dos 30, os amores maltratam fortemente
E isso fica claro na mente...
Não é só mais um tesão
Pode ser um novo começo, talvez...
Coração velho de guerra...
Quantas e quantas vezes já passastes por este dilema
Machucado, reluta e usa sua couraça, seu escudo
 
Depois dos 30, a razão é o melhor aliado
Na guerra dos afetos, é a muralha do castelo
Nessa idade
A realidade não se mistura mais com fantasias
Mas o coração nunca saberá
E estará a todo instante sendo assistido
 
Depois dos 30, não hesite
Ou os caçadores de corações atacarão
Afetos demasiados, paixões, amores...
E quando perceber já será tarde
E estará novamente a caminho

Mas sempre sem saber o destino

-----

Comente, caro amigo...
Felicidades,
Cleudson

Brasília