FIM

FIM

 
O tempo, infinito, devaneia
A demora do início do enlace
Das horas em dias encadeia.
 
A melodia plange saudade.
Uma lágrima rola na face
O fim do romance sem idade.
 
Cada ser é único, sozinho.
 
Ninguém se repete no caminho.
 
 


Respeite os direitos autorais.
 
Imagem: Google

 

Mardilê Friedrich Fabre
© Todos os direitos reservados