Ode à Silvia

 
Silvia,
Meu coração a sua beleza rodeia,
Como a lua que seus olhos ilumina,
Esses olhos cintilantes de menina,
Meu âmago seu fogo incendeia.

Rodrigo Cézar Limeira
© Todos os direitos reservados