Princesa

 Ao longe um sorriso alegre e cativo

Da natureza és filha, és a beleza

Um colorido, um verso, uma flor

De um jardim que exala sempre amor

Ao fundo de um entardecer abóbora

Um retrato, uma imagem, é você

Anunciando a noite, és a estrela

E ao dia uma luz no infinito do céu

É o sol que bronzeia sua pele morena

E ao vento seus cabelos são reféns

Soprando ao longe a essência

Da pureza que te faz uma princesa

Murilo Celani Servo
© Todos os direitos reservados