VOLTA À VIDA!

VOLTA À VIDA!

Do fundo do seu ser vem um grito de alerta
É um sexto sentido,
Que me tira da letargia gritando desperta!
 
Desperta para o mundo, volta à vida!
Sai deste torpor que te inutiliza,
Volta, volta que tua ausência é sentida.
 
Deixar-se levar pela correnteza
É cometer suicídio,
Não quede ainda sem que veja da vida a beleza.
 
Saia do lamaçal que suga teu viço,
Estenda-me a mão eu te ergo,
Recomece tudo sejas da vida um noviço.

Todos merecem uma outra oportunidade e o recomecar é exatamente isto, uma nova chance! Saiba quem recebe aproveitar essa benesse,pois outra pode não surgir e então perde-se o trem da vida. Se alguém te estende a mão, pegue-a com força e erga-se e lute por tua redenção.

Em manhã muito quente.