OMBROS AMIGOS

Os nossos ombros,
Se for preciso,
É para apoiar os amigos.
Colaborar onde for preciso.
Levantar os ânimos alquebrados,
porém firmes,sem balançar
junto na aflição

Se não sabemos nadar,
Para ajudar um amigo na água,
Não podemos mergulhar.
Esta não seria a melhor ajuda
Nem ele mesmo iria gostar.

Se um amigo está em aflição
não podemos ir junto
na sua desdita.
Temos que nos manter firmes
Para que ele, apoiando-se em nós,
Possa se recuperar e voltar a sorrir.

O médico para curar
Sempre usa a razão
Mantendo sob controle
O momento delicado.
E na ‘frieza’ amiga,
Nunca deixa de ser
A melhor opção.

Ser amigo não é chorar junto.
É ser solidário, mas
mantendo-se firme
segurando a barra,

A fim que ele passe ‘do chorar’
Para o ‘chorar rindo’.
E, como corda jogada no rio,
Se agarre nela  e passe,
novamente, a voltar
a ser só sorriso.


‘A felicidade provém do íntimo,
daquilo que o Ser humano sente
dentro de si mesmo’ Roselis Von Sass
(graal.org.br)

HSERPA
© Todos os direitos reservados