Alma Triste

Alma Triste

Alma Triste 

Na solidão da madrugada,
uma alma triste sente falta:
de amparo,
de proteção,
de carinho,
de compreensão,
de paz,
de amor...
 
Na solidão da madrugada,
a alma triste ouve sons,
dispersos e conhecidos:
um carro que passa,
um galo que canta,
um pássaro que pipila,
um sino que tange,
uma voz que canta...
E a alma triste, ouvindo sons,
sabe que não está só...
 
O sol, alegria-vida, traz novas esperanças:
um amanhã sem dores,
um amanhã sem despedidas,
um amanhã sem desesperos,
um amanhã sem traições,
um amanhã sem mentiras.
 
Um amanhã com paz,
um amanhã com presenças,
um amanhã com serenidade,
um amanhã com lealdades,
um amanhã com verdades.


Imagem: Google 



Respeite os direitos autorais.

Mardilê Friedrich Fabre
© Todos os direitos reservados