Objeto do desejo

Objeto do desejo

Quando dos meus vários intentos
meu coração não realiza sequer um,
sinto-me desenganada e perdida.
Pergunto-me porque o tempo
e as circunstâncias não estão a meu favor.
Concluo que por isso,
meu sorriso está do avesso,
pois não aparece mais no meu rosto
ou no espelho.
E minhas lágrimas então: secas.
Quando meu tato não toca
qualquer objeto que seja do meu desejo,
no meu pensamento os imagino,
mas com os olhos não vejo.
Na verdade, está tudo frenético e incerto.
Preciso de gotas de paciência,
não importa o momento, importa é que
Deus é comigo, Deus está por perto.

A paciência é preciosa e desejada!
Obrigada por me ler, beijos!

São Paulo, capital

Elisa Gasparini
© Todos os direitos reservados