Sua Covardia

Sua Covardia

 
Vontade de te ver, pegar em tua mão
Me reaproximei e até tentei conversar
Mas muitas são as magoas do seu coração
Dissemos coisas que não devíamos falar
 
Como duas navalhas cortantes no ar
Ferimos um ao outro sem compaixão
Que pena, eu não queria te machucar,
eu queria ter de volta tua paixão
 
Sei que perdi a última chance que tinha
Talvez tenha até me precipitado
Mas não dava pra esconder o que eu sentia
 
Infelizmente você não será mais minha 
Agora que aprendi, ficarei calado
Morto e enterrado por sua covardia
 

Mais uma da série "Não Deu"... acabou!! finitto!!! é isso...
Mauri
© Todos os direitos reservados