Atenção

Os comentários aqui registrados não representam a opinião da equipe do Site de Poesias, nem mesmo recebem o seu aval. A responsabilidade pelo conteúdo dos comentários é inteiramente do autor dos mesmos. Ao poeta é reservado o direito de remover os comentários de seus poemas, quando achar por bem fazê-lo.

Gostaria de deixar seu comentário?

Sonia Santos

Sonia Santos

Olá querida!

Super inspiração que encanta ao extremo, um amor que transcede, e se transforma
em imortal, a vida sábia, não se abala, e não sofre com os abalos do tempo...

Linda de mais...

Parabéns!
Bjo
S.S.

Abel Puro

Abel Puro

Ola, Ursula!
Seu texto delicado me remete aos romances cinematograficos sobre os maduros, como Diarios da paixao e Pao e tulipas.
A delicadeza levemente desiludida e a compreensao amplificada dos caminhos da vida estao implicitamente presentes em todos versos, exercicio dificil de ser cumprido pelo poeta.
Parabens, menina!
Eu amo as dedicatorias aos mais idosos.
Um abraço!
Abel

Rose Mari Schmid

Rose Mari Schmid

Eis o mistério do amor, a doçura e ternura que perdura uma vida quase que uma eternidade. Parabéns poetisa muito lindo o seu poema, emocionante, mágico. Aproveito para agradecer os comentarios aos meus poemas, obrigada pelo seu carinho.Um beijo no seu coração.

Alessandra Cezarini Araújo

Alessandra Cezarini Araújo

Amiga, bela poesia...
Parabéns!

LEO A.

LEO A.

Cara Amiga Úrsula
Que majestoso , fiquei encantada com sua poesia, o tema é surpreendente, foi a primeira vez que li versos dedicados ao amor , a paixão das pessoas maduras, com certeza o corpo amadurece mas as sensações e os sentimentos , não, parabéns pela maestria, ficou explendorosa, meus aplausos
bjs
leo a.

Uriel da Mata

Uriel da Mata

Querida Úrsula,

"Ninho em lençóis" é uma obra que transmite uma beleza ao mesmo tempo doce e melancólica. Fala da permanência do amor frente à ação do tempo. Nossos corpos podem mudar, mas a humanidade dentro nós persiste. Viver, então, é resistir ao avanço do inevitável, é extender o nosso dia noite adentro, num longo crepúsculo dourado.
Trágico e belo, o seu poema emocionou-me ao recordar-me o futuro.
Um grande abraço,
Uriel

Gloria Salles

Gloria Salles

De um poema desses Sula, não se fala não se comenta;
mas se cala, se lê, se atenta, se relê, muitas vezes,
e se guarda em nosso coração...
Incitante, lírico até a medula, doce como o mistério do amor;
mágico, insinuante nas magistrais entrelinhas...
Parabéns..

Bjo sincero

Teresa Cordioli

Teresa Cordioli

MENINA ME EMCIONOU VIU!!!
LINDO DE VERDADE...

MIL BEIJOS...

Cara poetisa, delicioso o seu poema que trata de um tema com uma grande espessura de amor e ternura. Fala de uma convivência amorosa intensa, daquelas que duram para sempre. Lendo o teu poema lembrei-me do amor de meu pai pela minha mãe que durou até o ultimo segundo de sua vida, o coração dele deu o ultimo suspiro por ela!.

Parabéns pela beleza e pela ternura dos versos.

J.A.Botacini

Zezinho

.