TENTEI CUIDAR...

No espaço do tempo
que me foi permitido,
salpiquei de mim
no universo...
uma parte por aqui,
a outra por lá,
dentro de mim
a sensação que eu podia
manifestar o amor
deixar ele amar...

Uma louca dicotomia
que me partia
dividia, desfragmentava...
juntava os pedaços do meu eu,
tentava me reerguer
e seguia
numa correria
de quem nem percebia
que a noite vem,
e todo dia
vai escurecer!...

No meio da "loucura"
minha procura
era pra me dar, buscar, me lançar,
fazer daqui e dali...
juntava força do "que é meu"
da parte que não pereceu
e gritava pra "morto" reagir!
No instante do agora,
meu eu fica torto
e me vem a sensação
do partir...

QUERO SABER QUAL ENGENHARIA FAZ UMA COLUNA SUSTENTAR O QUE PARECE SER PESO EXCEDENTE?

RESPOSTA NO TAGS.