HOJE

HOJE


Hoje preciso de amor sem qualquer rancor
Esquecer que a vida é somente despedida
Dela ser autor, ator e também seu condutor
Achar o acesso de saída na hora da partida

Hoje quero dormir em paz e poder ser capaz
De sonhar com clareza um sonho de pureza

Fazer o que me apraz refreando o agir fugaz

Sentir na natureza a grandeza da sua beleza


Hoje vou tomar cerveja e talvez errado esteja
Depois refletir sozinho a estrada do caminho

Ir a uma igreja para receber o pão na bandeja
Depois brindar o vinho ao lado do meu vizinho


Hoje vou sorrir à toa ao passear numa canoa
Navegar seguindo o vento do meu sentimento

Ver de longe a pessoa e o lamento que entoa
Nesse afastamento, todo meu contentamento


Marco Antônio Abreu Florentino
 
FELIZ NATAL 2019


https://youtu.be/NeADhPP0G2Q
(Jota Quest - Só Hoje)


Marco Antônio Abreu Florentino
© Todos os direitos reservados