MANHÃ DE OUTONO

Quando o amor se vai, são as lágrimas que consolam a alma...
às vezes você se esquiva de sonhos,
por achar sua realização impossível
às vezes você finge uma realidade,
Onde não há problema, onde não há sofrimento
Onde sua única preocupação é o orvalho nas folhas das árvores...
Quem me dera tocar as estrelas...
Quem me dera tocar em seus cabelos
numa manhã de outono....