Desafeto

Os meus vícios... Hábitos?

Os meus hábitos... Vícios?

As minhas verdades... Mentiras?

As minhas mentiras... Verdades?

Os meus pensamentos... Fantasias?

As minhas intensões... Inércia?

Onde está o muro?

E a caverna?

A ruptura do feto

Conduz o próprio homem,

Desnudo, livre, sagaz,

Ao seu desafeto.
 

Obra registrada. Protegida pela Lei de Direitos Autorais 9610.
Conheça mais sobre o poeta e escritor Ricardo Ohara:
www.agbook.com.br
www.clubedeautores.com.br