Roda de Fogo

Roda de Fogo

Na roda de fogo
Dançam os inocentes,
Alegram-se os ingênuos,
Inflamam-se os corajosos.
Na roda de fogo
Refugiam-se os corações
Isentos de maldade.
Na roda de fogo
O valente não se queima,
Nunca morre, renasce!

Obra registrada no escritório de direitos autorais.
Plágio é crime.

São Gonçalo - RJ