AVÔ

Continuou sempre a lutar meu avô

Porque nunca se deu por satisfeito

O que fez foi como se nada tivesse feito

Nasce um dia parece que a vida  agora começou

Passaram os anos parece que nada em si mudou

Continuou sempre imune a tudo o meu avô

Pude ver a força que havia no seu interior

A nobreza de carater que fez de si um senhor

O carinho que na terra semeou

A vida que em toda a parte criou

 

SEMEANO OLIVEIRA

 

SEMEANO OLIVEIRA
© Todos os direitos reservados