Amor onírico

Amor onírico



Nos meus sonhos cor de rosa

Sempre sonhava contigo

Tu, a linda mariposa

Prometendo casar comigo


Os tempos foram passando

Tu, te afastando de mim

Os sonhos continuando 

A mentir, com o teu sim !


E nessa onírica ilusão

Cegamente confiava

Nesse amor de perdição

Que fingindo me amava


A mente cria ilusões,

Que o coração aninha

São as chamadas paixões

De quem na neve caminha


Não lamento minha sorte,

Nem jogo pragas à vida

Porque sei que nem a morte

Cicatrizará a ferida !


São Paulo, 21/08/2014

Armando A. C. Garcia 


Visite meu blog: 

brisadapoesia.blogspot.com

ARMANDO A. C. GARCIA
© Todos os direitos reservados