Site de Poesias

Menu

Ricardo Cunha

A princípio, eu escrevia para que eu pudesse me ler, ou seja, era uma atividade reflexiva, de mim para comigo. Pude, com o passar dos anos, perceber que meus textos eram capazes de impactar às pessoas -- malgrado de modo negativo, às vezes -- mas sempre provocando-lhes questões acerca da vida, do mundo, do idioma... Sem embargo, jamais publiquei um livro.

Faço prosa ligeira e poesia há 23 anos e sempre tive muito pudor em ser lido. Ao longo desse tempo, a vida passou com todas as pessoas que eu fui me tornando: casei-me, fui pai, formei-me em arquitetura, separei-me... Casei de novo, fui pai de novo... Continuei escrevendo, apesar e por causa de tudo que me aconteceu até chegar aqui para expor os meus escritos a vós-outros.

Poesias de Ricardo Cunha

Título Data Com. Vis.
CONHECENÇA 21/12/2017 0 16
A CAMINHO 27/08/2015 1 24
A BOCARRA 27/08/2015 0 --
A BELA E OS CÃES 27/08/2015 0 11
A APARÊNCIA DAS COISAS 27/08/2015 0 10
A ADÚLTERA 27/08/2015 0 23