Site de Poesias

Menu

Gotas de orvalho

[Ilustração não carregada]

 
 
Quisera eu ter o dom
de decifrar seu semblante tão azul
Porém receio que os mistérios da alma
São revelados em gotas
minúsculas gotas do orvalho
das madrugadas insones
que instalam reticências  no pensar
e insistem em mostrar que há muito mais
existências que brotam de sementes
plantadas num passado bem distante   
para florescer numa primavera iluminada
pela força do universo infinito
 

 
04/08/13

Compartilhar
Bruma Lilás - Taís
04/08/2013