Site de Poesias

Menu

Dia ruin

Quando tudo perece ter fim
Há uma caminho pra outro lugar
Se o Sol não aparecer
E a luz do tunel não brilhar

Der o melhor do seu sorriso
Conte até três pra respirar
Tente tomar um banho de chuva
Feche os olho é só imaginar      

Pegue em minha mão venha comigo
Siga o meus passos sem parar
Sinta a brisa do vento
vem sem pressa de chegar,
             
Poeta: Ramos silva
 

Compartilhar
Ramos silva
10/07/2013