Site de Poesias

Menu

MEU DOCE AMOR

 
Quando eu te conheci
Em teu olhar eu vi
Forte chama de amor
Fiquei um tanto orgulhoso
Senti-me vitorioso
E humilde aqui estou
 
Vamos em frente querida
Será tua a minha vida
Meus braços te acolherão
Meus beijos, serão só teus
Dar-te-ei meu coração
Teus carinhos serão meus
 
 
Há em meu peito um lugar
Que reservei pra te dar
Onde ninguém pode entrar
Jamais a outra darei
É um jardim bem florido
Que só para ti guardei
 
Prenderei a sete chaves
A minha deusa em flor
Juro serei teu escravo
Terás amor e abrigo
Um peito quente e ardente
Sincero e muito amigo
 
Vamos gozar as delícias
Que só no amor se tem
Enlaçar-nos com carinho
Seguir o mesmo caminho
Provar as doces carícias
E nos cuidar muito bem
 
Venha urgente amada
Não me faças esperar
O tempo corre veloz
Se mais dias demorar
E não esperar por nós
O amor se apagará...
 
Toda ausência é cruel
E traz suas consequências
Somos frágeis criaturas
Gostamos de aventuras
Temos nossas diferenças
Não suportamos torturas.

Compartilhar
MARIA AGLAIDE NEVES
09/07/2013