Site de Poesias

Menu

FOI LÁ NO ARRAIÁ

Foi lá no animado arraiá

que encontrei a Maria,

mulher linda e faceira

a dançar com maestria.

 

Fiquei a ela observar

que também se ligou em mim,

e descansando em uma perna só

na dança já pois logo um fim.

 

Me dirigi então a ela

grande monumento mulheril,

que analisava, ao trêmulo perfil.

 

Tirei-a para dançar forró

que não hesitou em me abraçar,

e nos esfregamos, até o sol raiar.

 

Autor: Antonio Cícero da Silva(Águia)

Direitos Reservados

Compartilhar
ANTONIO CÍCERO DA SILVA(ÁGUIA)
23/06/2013