Site de Poesias

Menu

Qualquer lugar é lugar.

 Pra cantar um cação
Não tem hora nem lugar
Basta a viola afinar
Ou pegar meu violão
Nas margens de um ribeirão
Na sombra de um cajueiro
Assim é o cancioneiro
O poeta ou o cantor
Ou um compositor 
Buscando inspiração
No silêncio de uma canoa
Numa rede balançando
E assim eu vou cantando
Contando a minha história
Um romance,uma paixão
Também canto a solidão
Que tanto nos faz sofrer
Eu canto para viver
Porque min faz muito bem
Feliz o homem que tem
Um motivo pra cantar.

Poema: Severino Pernambuco

Compartilhar

Estava escrevendo uma ca

Ramos silva
07/05/2013

  • 0 comentários
  • 51 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados