Site de Poesias

Menu

Comentários da Poesia "A voz do silêncio..."

de Feiticeira

Gostaria de deixar seu comentário?

Comentários

ATENÇÃO: Os comentários aqui registrados não representam a opinião da equipe do Site de Poesias, nem mesmo recebem o seu aval. A responsabilidade pelo conteúdo dos comentários é inteiramente do autor dos mesmos. Ao poeta é reservado o direito de remover os comentários de seus poemas, quando achar por bem fazê-lo.


Amigos, olha eu aqui de volta!
Obrigada pelo carinho.
Estou muito feliz...muito...muito...muito.
Minha vida hoje...completamente diferente.
Amo vocês.
Beijos
Feiticeira

28/07/2009

Como vc tbém fui enganada pelo canalha do Claudio Bahia. Aquele cara é um sacana que engana mesmo.
Fiquei com dó de vc q escrevia tantas coisas belas para o safado q enganava a gente e a esposa dele.
Ele não foi ao gde encontro da sua poesia pq é um mentiroso e não teria como aguentar o rojão se a esposa dele ficasse sabendo.
Felicidades e q vc tenha encontrado um homem de verdade e não um mentiroso com o calhorda do Claudio Bahia
Eliana

30/11/2008

Quem sabe o mago do soneto descubra todos os encantos
guardados nos seus versos e tão logo descubra o quão bobo
ele estava sendo. Belo poema.

Abraço,

R.Vinicius
R.Vinicius

27/11/2008

essa poesia é encantadora!essa voz que sempre escultamos no silêncio são os nossos sentimentos falando conosco e a sua poesia diz isso,mesmo estando silêncioso. bjs!
kel lima

27/11/2008

Ótimas as tuas palavras...Gostei muito!!!
abraço
diego

14/11/2008

Dá pena de ver o seu talento ter sido dedicado ao malandro do Claudio Bahia que só sabe sacanear as pessoas. O sacana sumiu do mapa depois que a esposa dele descobriu todas as patifarias que ele fazia aqui na net. Ainda bem que o safado foi desmascarado e saiu fora de circulação.
Felicidades e que estejas amanbdo um homem de verdade bem diferente do sacana do Claudio Bahia
Marta Santos

19/10/2008

amo suas poesias
maxyellen silva prado

26/08/2008

quando escevia as suas poesias o que sentia?
maxyellen silva prado

26/08/2008

Lindas as suas palavras! Obrigada pelo deleite! Abraços, Elisa.

Lindas as suas palavras! Obrigada pelo deleite! Abraços, Elisa.

Voltar à poesia