Site de Poesias

Menu

A voz do silêncio...

Em silêncio eu esperava
o presente prometido,
e assim me preparava
pro amor mais atrevido

Preparei o melhor café,
também fiz poções de chá
aprendi todo o balé
só pra poder enfeitiçar

Dancei nua no caldeirão
contei todos os segredos
e senti forte atração
pelo Mago dos sonetos...

Infelizmente foi fantasia
talvez imaginação...
que pudesse o belo Mago
não resistir a tentação...

Compartilhar

Eu sonhei...foi bom! Mas foi só um sonho...que pena! Ouvindo a voz do silêncio...aquela voz interior. Em casa, 21/12/2005

Feiticeira
21/12/2005