Site de Poesias

Menu

voluptuosidade

Faz do silêncio grito fremente

Ardendo na convulsão de um quarto fechado.

me puxe na violência de um abraço

e me mostre que o amor tem varios lados.

 

faça-me pedir sem exitar

que você me enlouqueça de forma arrebatada.

e que entre gemidos longos, porém abafados,

possa pedir em êxtase para ser amada.

 

sua boca como um ímã vibrante

vai se prender à minha sofregamente.

e antes que eu possa recuperar os meus sentidos

o prazer já terá tomado a minha mente.

 

você prenderá os meus cabelos entre os dedos

numa força febril, porém apaixonado.

meus dentes se cerrarão feros

enquanto você me domina inebriado.

 

se entre delirios eu pedir que pare,

meu amor, me prenda mais e mais me enlouqueça.

até os meus olhos estiverem a ver estrelas

e o meu coração ir parar na cabeça.

 

e se alguém lendo isto disser que é exacerbado

essa bebida que queima chamada volupituosidade.

eu direi entre urros de pura embriaguez

que o amor e o prazer são unidos pela intensidade.

Compartilhar
...Kira...
07/09/2012

  • 0 comentários
  • 26 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados