Site de Poesias

Menu

DOR & CRESCIMENTO

[Ilustração não carregada]

 

 

 
Se tudo parecer nada
Aos olhos descrentes
A vida, sina magoada,
Riso ranger de dentes


Ilumine a escuridão
Do íntimo conflagrado
Espante dores em profusão
Areje o ar, sinta-se amado


A vida é escola
Ora amarga esmola
Sofrer aprendizado


Forja em brasa
Alegra, abraça
Choro cantado

* publicado em livro na 93° Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos, editora CBJE, Rio de Janeiro/RJ, agosto 2012.

Compartilhar
EDILOY A C FERRARO
02/08/2012