Site de Poesias

Menu

Quem sou Eu? (Parte II)

Faço parte da sua vida
Desde o início à sua partida
Quando na arte a cena é exibida...
Verdadeiro ou fictício? - Que você mesmo decida!
 
Em silêncio ou com barulho
Quer me exibir com muito orgulho
Pode ser no claro ou no escuro
Que vou surgir, eu lhe juro
 
Se me achar  doce e ao mesmo tempo  quente
Serei com certeza muito envolvente
Porém, se por  ventura  for  inconsequente
É porque não me deseja loucamente
 
Procure estar bem acompanhado
Para me ter sempre ao seu lado
Um bom amante  por mim é viciado
E  se sozinho ficar, não posso ser realizado.
 
Para mim uma ordem é o seu desejo:
Que se realizou, eu sou o beijo.
 

Compartilhar
Wesley Carvalho
18/05/2012