Site de Poesias

Menu

Agora e já

Quando contigo estiver (um dia)...

E dos meus lábios só loucuras escutar,

Serão sussurros de amor não permitidos,

Gritos contidos, por tanto tempo sufocar.

Quando os meus lábios os teus tocarem,

Com sofreguidão, tua língua a procurar,

Sentirei teu gosto , o gosto bom da tua boca,

E com fúria e com vontade degustar.

Neste instante o meu corpo pede o teu,

E com carícias, mãos se tocam (sem medidas)

E num abraço de lascívia incontida...

Desejo ardente que não é só meu...

Dou-te meu corpo, minha alma, meu espírito,

E nas entranhas desta trama o prazer seu,

Deixas-me louca , fascinada e sem juízo...

Sinto brotar e inundar o prazer meu.

Agora e já apaixonada estou,

Descobri a vida que em mim entrou...

Satisfeita, descanso no teu corpo,

Só um minuto...pra poder recomeçar!

Compartilhar

Agora e já foi uma resposta recebida, duas palavras aparentemente simples, mas com um peso extraordinário, não resisti, me senti compelida a usá-las como título. Como é bom poder retribuir um carinho!
Da série sensuais... Vassouras, 02/09/2005 - Em casa

Feiticeira
02/09/2005