Site de Poesias

Menu

Lembranças...

Aos 5 : Boneca na mão.

Amigos invisíveis...

Nenhum preconceito,

e muita imaginação.

Aos 15 : O primeiro amor,

coração embriagado...

Fica tudo cor de rosa,

com o primeiro namorado.

Aos 25 : Me casei.

Sofri, chorei e percebi...

Nada era cor de rosa,

e assim amor perdi.

Aos 35: Fui a luta,

me perdi e me achei.

Combati todos os dias,

um dragão de cada vez.

Aos 45 : Entendi...

Que fugir não precisava.

Minha alma companheira...

Enfim me aguardava.

Compartilhar

Para participação do E-book Em casa, 23/07/2005 Em casa, 23/07/2005

Feiticeira
01/08/2005