Site de Poesias

Menu

AQUARELA DA VIDA

[Ilustração não carregada]

AQUARELA DA VIDA
Espalhastes sutilmente tuas tintas
Misturando-as ao branco de minha tela
Matizando meus horizontes
Os espaços que estavam vazios
e pareciam tão mortos
ficaram repletos das cores do desejo
O anseio dos significados
enigmas,esboços guardados ...
não decifrados ...
tuas tintas,
meu pano de fundo
a força daquela pintura...
que está presente na tela
sem julgamentos
muito menos perguntas
somente as respostas
um beijo ardente na parede...
exposto ao tempo
tuas tintas,colírio dos meus olhos
a visão de uma tela inacabada
que não sai do meu pensamento
nossa aquarela
teus traços e silhuetas
meus (in)visíveis riscos
que o vento púrpura não consome
sem perceber,criamos asas
voamos cada um para o seu mundo
uma suave chuva lilás molhou a tela
e a pintura não apagou
aos poucos só se transformou
ficou ainda mais suave,
com o passar das estações
São marcas ainda presentes
acentuadas e guardadas
tuas tintas
minhas tintas
nossas pinturas
ainda impressas
na aquarela da vida

 

Compartilhar
Bruma Lilás - Taís
04/12/2011