Site de Poesias

Menu

POEMA MATINAL

[Ilustração não carregada]

Poema Matinal
 
Manhã abstrata
tule branco desce do céu
cobre os morros
horizonte opaco
fumaças no espaço sideral
pássaros são meus versos
soltos,
no universo do inesperado
leves traços
aceno ao tempo pretérito
desejo imensurável
emoção incontida
nas penas que caem da ave-poesia
flutuam...as penas... a letras
livre sentimento
véus transparentes
coração sem fronteiras
 
Ao nascer do sol
o espelho reflete as almas
poema matinal

Compartilhar
Bruma Lilás - Taís
20/06/2011