Site de Poesias

Menu

Licor de Paixão

[Ilustração não carregada]

No descer da noite
vou procurar teu rosto na multidão
buscar o lume dos teus olhos
entre as várias luzes dançantes
Em algum vértice sob a Via Láctea
é onde nossos prazeres são indizíveis
abusamos da prorrogativa do se apaixonar
A noite inspira os olhares furtivos
e as bebidas mais cálidas e encorpadas
por isso bebo do cálice da tua admiração
No baixar da cortina azul de estrelas
buscarei tua silhueta perfeita
entre vultos que exalam desejos mil
homens e mulheres, sinceros ou dissimulados,
ansiando por um fragmento de atenção
por algum amor que se oferece,
entre estes, nós nos escolhemos,
a empatia nos uniu
a química nos colocou na mesma equação
Queria lhe dizer que sou tua,
mas preferi vedar meus lábios,
assim não disse nada
por temer ser incompreendida
Veja: não sou tua por que você me tem,
sou tua por que me sinto assim ...
de você!


 

Compartilhar

Ensaios sobre paixão!
Obrigada por me ler!
Bjsss

Elisa Gasparini
31/05/2011

  • 8 comentários
  • 582 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados