Site de Poesias

Menu

mundo perdido..

Agora mesmo que eu penetro pela ultima vez em nosso já extinto mundo
Vejo lá páginas escritas por mim ,amareladas e largadas por ti ao vento
Arrancadas por mim da tela da minha vida em pleno sofrimento
E vejo todo este planeta sem fundo lentamente se começar a afundar..
Todo ele á tua volta foi construído, sem muros nem grades
e também sem nenhum outro sentido ,teu monumento á minha vida
já se encontra por ti demolido, e vejo aquela que era a casa de ambos se começar a desmoronar..

Montes e vales ardidos, com o fogo da nossa paixão
foram eles também lentamente consumidos
para agora num mar de cinza negra se tornarem..
Essa cinza que outrora foi também ela chama
Amor mesmo vindo de alguém que agora já não ama
Chamamento rouco de quem por te amar o classificaram de louco
Torna se a cinza em rio para as minhas lágrimas lá se afogarem..

E mesmo que tu já nelas não consigas te basear
Fica sabendo que eram puras e sinceras,
todas as minhas lágrimas que deitei fora nesse mesmo rio deveras,
porque nunca cheguei verdadeiramente a mar..

E agora que eu me sinto sozinho
vou encerrar para sempre este teu e nosso mundo
irei enterrá lo mesmo num buraco bem profundo
para lá nunca mais eu retornar..
porque teu mundo foi sempre imperfeito
construído sem qualquer nem nenhum jeito,
foi um mundo feito com um mar de lágrimas secas,
e sorrisos feitos e provocados apenas para me enganar..

 

Compartilhar
krippy
09/02/2011

  • 0 comentários
  • 62 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados