Site de Poesias

Menu

Ainda choro por ti..

Na profundidade das tuas obscuras trevas
Encontro me eu já há muito tempo submergido..
Tua promessa de um céu para mim foi um verdadeiro engano
E o meu coração já se encontra há muito tempo por ti corrompido,,
Bate já sem o seu precioso ou minucioso batimento certo
Trabalha sem mais nenhuma paixão..
É pesado, mas carrega cá dentro,
Tudo o que senti por ti, toda uma enferma e louca ilusão..
E mesmo sem perceber teu simples mundo
Te analiso lentamente até ao fundo do teu segredo mais que profundo..
Tua amizade,
sempre tão cheia de pura mas sempre egoísta vontade
toda ela me puxa e me arrasta
para esse teu amor vagabundo..
E me tolhe e lentamente me embriaga
Tal como maldito vinho
Também em teu amor afogo eu toda a minha mágoa
E morro eu  sem ter chegado a contigo por ventura a viver..
Morrendo para ti ficarei para sempre eu vivo
E de ti livre,
Livre finalmente do que eu jamais alguma vez quis perder..
Foi uma vida plena  de absurdos enredos
Talvez uma vida já por ela absurdamente dramatizada..
Fostes melhor amiga, fostes anjo, fostes tudo
Só não fostes infelizmente aquela miúda que seria minha namorada..
Mas cito te agora, quando te digo ao ouvido que:
“Deus escreve certo por linhas tortas”:.
Antes te quero desejar como uma velha amiga
Do que chorar por ti lágrimas vivas
Mas de desejo para sempre mortas..
Minhas lágrimas tão para ti sempre vivas
Tal é a força que elas dos meus olhos ainda choram..
Elas choram e eu ainda nunca vi
Aquela mesma que meus olhos a mim ainda hoje me imploram..

 

Compartilhar
krippy
05/12/2010

  • 0 comentários
  • 80 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados