Site de Poesias

Menu

Se um dia te puder olhar..

Se um dia te puder ainda  olhar
Que veja eu além do teu imenso  e logrado infinito..
Sinto tua mente alheia  já a divagar
Perdida em recordações do que foi o meu amar
E  teu  lindo olhar  por mim  já se encontra  proscrito..
 
E embora eu te olhe com atenção
Já nada me deixas tu para  eu puder ainda  ver..
Teus olhos já não brilham ,tão encovados e feridos
De tanto mal e tristeza serem eles  agora denegridos
 E tua beleza dentro da tua vida  maldita se está a desvanecer..
 
Outrora  brilhantes e cheios  de vida ,
com lágrimas de vida  eles eram abençoados..
eram lindos teus verdes olhos
beleza neles eu via sempre aos molhos
mas como uma esmeralda em estado bruto,
precisavam eles  de com amor verdadeiro  serem também eles lapidados..
 
MAS como uma esmeralda valiosa sem uso
Vão perdendo todo o seu enorme  valor..
não choram  mais eles por alegria
ficaram estáticos como se sofressem de qualquer tipo de paralisia
nem brilham mais com a luz do meu  eterno amor.. 
 
 
E agora tu choras lágrimas fúteis e ocas
vazias do teu  infrutífero amor..
a felicidade a ti para sempre negada
tua beleza por ti  própria desprezada
num gesto  teu de egoísmo  desmedido e de pura dor..
 
Agora vês me a mim através de teus olhos
e imaginas me como eu outrora sempre  te imaginei a ti…
 eu feliz  acompanhando te ao teu lado
,para sempre por  ti  loucamente apaixonado
 e tu radiante com um sorriso que eu nunca  mais te vi..
 
Tua vida agora a contas ,
e vês teus longos dias na penumbra  de mais uma  noite a passar..
passam por ti e tu nem dás por ela
que tua vida  acabou nesse  fatídico dia
 em que saístes para sempre da minha tela
e  nunca mais teu sorriso lindo voltas te tu á noite
 a me mostrar..

 

Compartilhar
krippy
26/10/2010

  • 0 comentários
  • 62 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados