Site de Poesias

Menu

declaração de amor

Eu te prometi uma poesia mais sentida

quem sabe até para nós os dois proibida

para tu a leres quando tu te deitares..

Agora mando te tudo nestes tristes linhas

que nada são mais do que ideias minhas

são frases ditas sem que tu as possas escutar..

porém minha fala já está rouca,

em tanto que te digo,mas que para ti parece muito pouca..

mas é dito do meu coração para fora

no nosso  infinito fica gravado,não num dia mas a toda a hora..

porque  minhas palavras são consideradas loucas

ditas por tristeza ,são umas quantas poucas

e nas outras  se nota que a alegria nelas a vir se demora..

não me escutes só com os ouvidos  

ouve também meu fraco coração

dele saiem lacinantes gemidos

dados por eterna paixão..

paixão porscrita,

esquecida por todos no tempo

é mais uma paixão que a mim é maldita

mas me mantém  mais que simples alimento 

tal me faz bater  meu tolo coração..

mas em tudo são palavras ditas

em tudo serão para tu as esquecer

são poucas e malditas,são elas que me levam a ti escrever..

agora no final de minha poesia,

te lembro aquilo que tu não queres mais recordar

que houve alguém no passado a te amar

alguém que nada te disse, para te deixar a ti um verdadeiro amor viver..

Compartilhar
krippy
19/05/2010

  • 2 comentários
  • 71 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados