Site de Poesias

Menu

T E M P O

   Tempo impiedoso

   Tempo que vem

   Tempo que vai

   Da criança ao idoso

   Sem ao menos perguntar

   Se estamos preparados

   Para a velhice esperar

   

   Criança alegria infinita

   Parece nunca acabar

   Juventude o frescor

   Os sonhos a conquistar

   O velho a sabedoria

   Muita coisa a ensinar

  

   O tempo acumula experiências

   Coloca tudo em seu lugar

   Mas nem mesmo a ciência

   O consegue controlar

   è ligeiro como o vento

   Como veio vai passar

   Cada um tem o seu tempo

   Não adianta protestar

   Temos hora para sorrir

   E também para chorar

   Não vacile com a vida

   Não vale a pena questionar

   Tem muita gente de partida

   E muita gente para chegar.

   

Compartilhar
sirlei nascimento
09/04/2010

  • 0 comentários
  • 101 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados