Site de Poesias

Menu

LETRAS ENVELHECIDAS

[Ilustração não carregada]

LETRAS ENVELHECIDAS

A borracha apagou o desejo antigo
O tempo transformou-se em amigo
Removi algumas pedras e segui viagem
Canetas desenharam nova paisagem
O apontador que serviu ao lápis desmotivado
Quebrou-se de tão desgastado
As velhas letras se perderam no caminho
Nova grafia nasceu, sem espinho
Quantos calendários voaram ao relento?
Foram dias perdidos no vento...
As folhas dos teus poemas amarelaram
Algumas até se rasgaram
Não me perco mais nos teus cadernos
Nossos versos não foram eternos
O amor envelheceu
Aquela página escureceu

Publicado no site: O Melhor da Web em 09/12/2009

Código do Texto: 47197

IMAGEM DISPONÍVEL GOOGLE 

Compartilhar
Bruma Lilás - Taís
15/01/2010