Site de Poesias

Menu

Comentários da Poesia "Poeta, Alma de Náufrago."

de Gilberto Brandão Marcon

Gostaria de deixar seu comentário?

Comentários

ATENÇÃO: Os comentários aqui registrados não representam a opinião da equipe do Site de Poesias, nem mesmo recebem o seu aval. A responsabilidade pelo conteúdo dos comentários é inteiramente do autor dos mesmos. Ao poeta é reservado o direito de remover os comentários de seus poemas, quando achar por bem fazê-lo.


Focalizando a profundidade de tanta emoção...
Uma onda elétrica magnética explodiu o meu vulcão...rs
És mar em chamas, um impacto fulminante que arrasa nossos corações...

Lindo!

Bjos

BOA TARDE GRANDE POETA!
QUANTAS PALAVRAS AS QUAIS ME IDENTIFICO! É MUITA INSPIRAÇÃO, POETA!
TEUS SENTIMENTOS SE TRADUZEM EM POESIA, E NA VIDA SE NÃO PROVARMOS DO SABOR DE UMA PAIXÃO, AINDA QUE AMARGO, NÃO VIVEREMOS.
SOMOS ALMAS EM CONSTANTE MOVIMENTO, MUITAS VEZES GUERREIROS, OUTRAS AVENTUREIROS, REIS, RAINHAS E TAMBÉM NÁUFRAGOS ... O FATO É QUE DEIXAMOS NOSSAS MARCAS NO LIVRO DA VIDA!
OBRIGADA POR SEUS CARINHOSOS E VERDADEIROS COMENTÁRIOS!
BJS, TAÍS

... creio que se não formos oscilantes no sentir, seremos autores de sóbrios, severos, rijos e escassos textos, não fosse, metaforicamente, a nossa vocação espelhada na figura de um náufrago, experimentando o sabor imprevisíveis das ondas das derivas, não expressaríamos as nuances de tantos sentimentos...prazer te ler, sempre !

Caro poeta vejo em seu texto motivos de sobra para acreditar-mos na esperança coma a única forma verdadeira de se vencer a solidão. Nem mesmo a falta de recursos citados em seus versos o fará desistir de buscar a felicidade porque é melhor afogar-se tentando do que ficar esperando ajuda de quem não nos pode ajudar.

Bravo poeta, lindo e apaixonante texto.

Parabéns

J.A.Botacini

Zezinho.

Usaste estas palavras: "enfadonho ser"..."triste existir"..."ainda assim existo"......"um náufrago"..""um fantasma insepulto".."não vai embora..não deseja ficar"..."inquieto..""não desvenda o silêncio"..
Correndo o risco de macular a beleza de teus versos(e desculpa-me se o fiz), selecionei expressões que usaste para tentar dizer que gostei muito da
forma de revelares a dualidade presente em todos nós(humanos), nessa luta interior, conflito sem testemunhas.
É possível nos identificarmos contigo, pois, a maioria de nós,estamos assim..(quando nossos egos permitem a auto-análise)
Parabéns!Ao mesmo tempo, vejo no teu poema muita luz e esperança: a beleza nascida desse conflito.

poema perfeito na sua essência.... que fala da solidão...

Um poema é sempre um náufrago nos seus pensamentos, nos seus sentimentos, e mostra ao mundo o que sente, nem que seja com mensagens dentro de garrafas :)

Através dessa figura emocionante, vc tirou o véu dos sentimentos mais profundos de um coração! Obrigada pela leitura! Bjs

Voltar à poesia