Site de Poesias

Menu

Sou o contrário de mim

[Ilustração não carregada]

 
Não sou igual todos os dias.

É uma confissão, não rias.

Possuo sentimentos adversos

que é difícil deixar imersos.

Às vezes, esbanjo alegria,

outras é a melancolia

que toma conta de meu ser,

embora sem assim querer.

Durante toda a minha vida,

possuí emoções inversas,

ditando ações da alma contida.
 

 
Imagem: Google
 
Respeite os direitos autorais.

Compartilhar
Mardilê Friedrich Fabre
07/01/2010