Site de Poesias

Menu

Emoções

 

No silêncio da casa adormecida,
Sons dos pingos da chuva,
Misturam-se às cascatas
dos meus pensamentos,

Sua imagem toma de assalto minha mente.
Essa onda de amor que me invade,
Faz brotar o desejo...
Tê-lo junto a mim eu anseio.

Neste caos de emoções
suas carícias pousam na minha alma.
Quem me dera eu pudesse;
Estar contigo agora.

E o travesseiro é o ouvinte;
Do pranto que insiste,
Em chorar por alguém...
Por quem a alma sonha.

Compartilhar
Janete Chagas
26/12/2009