Site de Poesias

Menu

CRÔNICA: "OS TERRORISTAS JÁ ESTÃO DEFASADOS"

OS TERRORISTAS JÁ ESTÃO DEFASADOS

Com as previsões climáticas para os próximos anos e já com o que está acontecendo os terroristas vão perder o seu poder ameaçador.

Nos anos setenta alguns conhecidos abriram aqui em Curitiba a segunda associação de defesa da natureza do estado.

Como os adeptos não eram muitos para preencher o quadro com todos os cargos como de secretários, tesoureiro, conselho disto, conselho daquilo, acabei colaborando com o meu nome para completar a chapa como, se não me engano, de segundo secretário.

Era no final daqueles anos. Aí por setenta e sete ou setenta e oito.
Isto quer dizer só trinta ou trinta e poucos anos atrás e nós éramos vistos como malucos e alguns eram mesmo, no bom sentido.

As reuniões eram todas as quartas feiras, mas basicamente a associação funcionava pelos artigos de um senhor que era sargento do exercito, mas um preservacionista de primeira que publicava muitos artigos nos jornais.

Com o tempo ela começou a incomodar, pois chegamos até a receber um advogado de uma empresa que desmatava muito e replantava pouco na região que veio nos conhecer.

Devia ter pensado “devem ser uns alienados reunidos aqui nesta pequena sala emprestada de uma casa”.

Eu particularmente, um "piazão", fiquei meio assustado, achei que ia ser preso rsss.

Tivemos também a visita de um deputado federal, que era muito folclórico por aqui, e ninguém levava ele muito a sério já que queria, entre outras coisas, que o Brasil anexasse as Guianas.

Com ele descobrimos como é que funcionavam as doações para entidades filantrópicas.

Disse-nos que todo deputado tem uma verba anual para ser distribuída e que caso ela não fosse usada voltava para o tesouro nacional.
Então havia muitos esquemas. Os políticos davam R$ 100.000,00 e recebiam R$ 80.000,00 de volta.

A mesma picaretagem que deve ser feita até hoje, o que explica esta enormidade de ONGS fajutas por aí.

Mas enfim, para nós ele não veio com nenhuma conversa deste tipo e nos deu uma quantia que ajudou muito nas despesas e nas pequenas campanhas que fazíamos.

O ponto que eu quero chegar com este papo é que este período em que os conservacionistas eram vistos como seres de outro planeta não fazem nem trinta e cinco anos.

Analisando-se desta forma eu faço o seguinte questionamento: Como é que podemos imaginar o mundo daqui a mais trinta anos? Se em tão pouco tempo deterioramos tanto o nosso planeta?

Iludirmo-nos é pura ilusão.

O mundo não tem mais volta e é bom todos nós irmos nos preparando, pois esta derrocada não tem volta.

Nestes trinta anos viu-se que o comunismo é uma falácia e estes próprios países hoje estão se engalfinhando para sobrevirem a qualquer custo no mundo capitalista. Está ai a China para não me desmentir e que agora estão vendo como é bom ganhar dinheiro.

E você caro amigo que chegou até aqui neste texto acha que com o materialismo tão exacerbado alguém vai querer abrir mão dos seus confortos e regalias por uma nova ideologia conservacionista?

Isto é conversa para os outros fazerem, todos intimamente pensam, pois na hora que tiverem que por a mão no bolso todos vão querer é que o planeta se exploda.

O consumismo é a religião, o ópio do povo, que está sempre correndo atrás.

Não há mais valores espirituais, não digo de religiões, pois estas estão tratando é de terem também suas igrejas e templos cada vez mais cheios e nunca tiveram tempo, nem preocupação de se engajarem na luta da preservação do mundo que é a obra do Criador que elas se dizem representantes.

A propalada volta do filho de Deus, Jesus, é o grande produto de venda e as religiões que estão mais crescendo, são aquelas que prometem vida melhor materialmente e com mais satisfação financeira, ou seja, elas prometem prosperidade, por isto estão tão cheias.

O que elas não se perguntam é por que ele voltaria se com a sua primeira vinda e morte, como elas propagam, todos já estariam salvos?

Não é isso que elas pregam?

Jesus voltaria para que? Para ver o que fizemos com a nossa salvação?

E se pensarmos que com a sua vinda acabaria o "marketing" de todas elas já dá para imaginar como elas o tratariam.

Ou alguém acha que elas o aceitariam assim naturalmente abrindo mão das suas influências como ocorreu da primeira vez?

Elas simplesmente tratariam de desmoralizá-lo e torná-lo inócuo a todo custo já que desta vez não poderiam matá-lo fisicamente.

Da forma como está indo o planeta já dá para ver é que estamos em meio de um ajuste de contas.

O Amor de Deus já veio uma vez e não foi escutado.

O que está vindo agora é a Justiça, por isto "deste ninguém passará".

Só não vê quem não quer.

"A Criação avança ininterruptamente para frente e sacode todos os frutos apodrecidos. Abdruschin" - Na Luz da Verdade - graal.org.br


Compartilhar
HSERPA
24/12/2009