Site de Poesias

Menu

O CORPO E AS ROSAS.

[Ilustração não carregada]

O CORPO E AS ROSAS.
 
Flores no corpo torto.
Rosas sensuais!Aquarelas.
Lilás me seduz o que reluz.
Anatomia floral exata.
 
Meu mal é te olhar, te olhar.
Estudo sua geografia e sua esfera.
Que grafia você tem nesse ecossistema?
Item psicografado por ai assim.
 
Deito sobre as cores definida.
Meu jardim é sempre na lateral.
Desenho meu desejo que tenho agora.
Invade uma sensação concomitante.
 
Velejo suave e involuntária.
Rosas! Cores delicadas e ébrias.
Fechos meus olhos e edito.
Sinuosa e informal deixo-me levar.
 
Cubro de flores meus amores.
Pétalas aromáticas foto cromáticas.
Profunda sensação de prazer.
Vou eclodir em teus braços.
 
Sussurro palavras com o vento que vem.
Repito o eco dos meus sentimentos.
Edito gestos misteriosos excitados
Compartilho meus versos molhados.
 
Sacio minha vontade cheirando teu aroma.
Espero o dia clarear! A noite veio devagar.
Faminta sigo um instinto eclíptico.
Entro em cena! Revejo-te famélico e louco.
 
Traço um gráfico da minha loucura.
Névoas sobre o sol da meia noite.
Meu limite está no tempo presente.
Cubro-me com rosas! Rosas rubras.
 
Soraia

Compartilhar

O corpo tem o seu perfume,
as rosas exalam sua sedução. nno meu desejo

Cigana
13/10/2009