Site de Poesias

Menu

ADEUS, MESTRE !

[Ilustração não carregada]

dor estranha
muda incompreendida

nada ajuda a ausência
na despedida

fenecem argumentos
cala-se a razão
resta a solidão
antecipada

da distância que se vislumbra
nas rotinas, poeiras dos tempos
como dói esta tristeza, vazio,
saudades sentença sem recursos

nos mostramos frágeis
fé fica trêmula
certezas tão incertas
nos apequenamos
lamentamos

egoístas no sofrer
da falta inevitável
que o bem querer
nos traz

de certo
apenas
a certeza do adeus...


( Saudades, Professor Bueno, muitas, de sua generosidade e paciência, me ensinando que a morte é passagem, não drama em despedidas...mas, aluno negligente, choro no íntimo tua partida...)

* José da Silva Bueno Neto, prof. aposentado,advogado, presidente da Liga Espírita do Estado de São Paulo, (de1998 a 2004, atual vice presidente) diretor de doutrina. Desencarnado em 01/10/2009

Compartilhar
EDILOY A C FERRARO
08/10/2009