Site de Poesias

Menu

FAZENDO AMOR

PELOS PÓLOS EXAUSTOS

EXALAM ODORES

PROVINDOS DAS PELES IMPREGNADAS

QUE ACARAM DE FAZER AMOR

EM ACORDES HARMÔNICOS

DANÇAMOS VOLUPTUOSAMENTE

AO SABOR DO DESEJO

NOS DOAMOS ARDOROSAMENTE.

ENQUANTO DUROU O ATO

TURBILHÕES DE PRAZERES SE EMBUTIRAM

DEMONSTRANDO DE FATO

QUE AS EMOÇÕES  EXPLODIRAM!

E NUM RITMO ALUCINANTE

NAUFRAGARAMOS  NA VERTENTE

QUE NOS LEVOU AO RECÔNDIDOS

DOS NOSSOS CORPOS EVERVECENTES.

NUM COMPASSO ALUCINANTE

DE MUITO GOZO E PRAZER

DE GEMIDOS ESTONTEANTES

NOS AMAMOS ATÉ MORRER!

Compartilhar
marcos cesar santos de vasconcelos
25/09/2009

  • 3 comentários
  • 1028 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados