Site de Poesias

Menu

nas minhas entranhas

 nas minhas entranhas

me pego pensando em você...
estas impregnado em mim...
posso sentir teu cheiro forte de suor...
teu hálito puro sabor hortelã...
tenho em meu corpo as tuas digitais...
onde pegastes deixaste os teus sinais...
tua saliva em minha boca escorre feito mel...
teu nome escrevo em folhas de papel...
olho teu retrato e já em desvairio...
falo contigo feito gata no cio...
te devoro enquanto toco meu corpo nú...
tento arrancar voce da minha pele...
bobagem, estas tatuado nas minhas entranhas...
quero esquecer momentos nossos...
sinto que enlouqueço a cada dia...
é tarde pra esquecer voce...
confesso que já não posso.

by Dora Saunier
Rio, 27.12.2008

Compartilhar
Dora Saunier
28/06/2009